Em Caldas Novas, homem é preso em operação contra a pedofilia

661

yankoA Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Caldas Novas cumpriu, na data de hoje (20), três mandados de busca e apreensão domiciliar e pessoal, na busca de elementos probatórios contra três investigados por compartilhar vídeos pornográficos infantis. Um dos alvos foi preso em flagrante.

A ação faz parte da Operação Nacional Luz na Infância, coordenada pela Polícia Federal, que tem por objetivo prender pessoas que se utilizam da internet para divulgar vídeos pornográficos infantis. Na data de hoje, estão sendo cumpridos vários mandados nos 26 estados da Federação e no Distrito Federal.

Além do preso em flagrante delito, identificado como Yanko, de 32 anos de idade, dois investigados foram conduzidos até a DPCA e prestaram declarações, sendo instaurado procedimentos policiais contra os mesmos. Conforme ficou constatado, Yanko utilizava ilegalmente o sinal de internet do seu vizinho, que certamente não imaginava que seu Wi-Fi estava sendo usado para compartilhamento de vídeos dedicados à pedofilia.

Em outro alvo, as investigações mostraram que o interessado nos vídeos pornográficos infantis era o guarda patrimonial da empresa na qual o sinal de internet estava registrado.