Em Goianésia, pai simula sequestro e mata a filha de um ano de idade

500

pai goianesiaA Polícia Civil de Goianésia prendeu, no dia 7 de abril, Marcelo Rodrigues Machado, de 26 anos, suspeito de matar a própria filha, de apenas um ano de idade, com um tiro na cabeça, e simular um sequestro para justificar a morte da criança.

Segundo o delegado Marco Antônio Maia, o corpo de Emilly Beatriz Rodrigues de Jesus foi encontrado em um canavial, no Residencial Ipê, com um ferimento na cabeça. Socorrida, ela chegou a dar entrada no hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

No interrogatório realizado pela polícia, o pai da criança disse que havia sido sequestrado juntamente com a filha, versão declarada também pela mãe da criança.  Na presença de um psiquiatra e de um advogado, no entanto, o pai da menina acabou confessando o crime. Segundo o pai, ele cometeria suicídio após o crime, mas não teve coragem de levar à frente sua intenção, momento em que criou a versão do falso sequestro.

De acordo com o delegado, o autor do crime já havia manifestado episódio de auto-extermínio em outras ocasiões, alegando que a vontade em cometer suicídio ocorria devido a vozes que ele ouvia, o convencendo a se matar. A arma (calibre 22 ou 32) utilizada no crime ainda não foi encontrada. Nos próximos dias, uma nova varredura pelo local será feita.