Em Valparaíso, homem detido com droga tenta incendiar DP e ameaça delegada

441
incendio
Jonas Rocha Cardoso

Policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Valparaíso prenderam em flagrante, no dia 22 de outubro, Jonas Rocha Cardoso, pela prática de desacato, incêndio tentado, dano, ameaça e posse de droga para uso próprio. De acordo com a Polícia Civil, Jonas foi levado à delegacia por portar um cigarro de maconha, mas acabou enquadrado pelos outros crimes após causar tumulto na unidade policial.

Enquanto aguardava a lavratura do procedimento, o homem tirou um isqueiro de dentro da sunga e ateou fogo em vários papéis que estavam dentro da unidade. Muito exaltado, ele também chutou a porta da delegacia até danificá-la. Ao receber voz de prisão, Jonas ainda xingou os policiais e disse que voltaria para matar a delegada Isis Leal, titular da especializada.

Como se não bastasse toda confusão, durante o “surto”, Jonas teria se autolesionado, com o intuito de incriminar os policiais civis. No entanto, ele foi filmado enquanto batia repetidamente a própria cabeça contra uma mesa. A delegada ressalta que, dois dias antes da prisão, o autuado roubou o celular da ex-esposa, utilizando-se de violência, a fim de trocá-lo por drogas. Por isso, um Boletim de Ocorrência contra ele já havia sido registrado naquela delegacia.