Joaquim Mesquita anuncia que irá implantar o Planejamento Estratégico na Segurança Pública

302

Empossado na segunda-feira (29/10), o secretário da Segurança Pública e Justiça de Goiás, Joaquim Mesquita, começa a tomar conhecimento dos detalhes das corporações que compõem a pasta. Delegado da Polícia Federal cedido pelo Ministério da Justiça para assumir o cargo, Mesquita reiterou que pretende implementar e aperfeiçoar o Planejamento Estratégico da SSPJ-GO, cujos estudos foram concluídos há dois meses, e diz acreditar na capacidade humana dos atuais operadores de segurança no Estado. “As Polícias Civil e Militar, a Polícia Técnico-Científica e o Corpo de Bombeiros têm homens e mulheres valorosos”, afirma.

Joaquim Mesquita(D) sendo cumprimentado pelo Governador Marconi Perillo após o anúncio do seu nome para comandar a SSPJ

Mineiro de três pontas, Mesquita, aos 42 anos de idade, tem ampla experiência em cargos de gestão em 17 anos de carreira como policial federal. Antes de aceitar o desafio de assumir a SSPJ-GO, o secretário ocupava o cargo de Superintendente Regional do Departamento de Polícia Federal de Goiás. Mas já foi também chefe da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes da PF em Mato Grosso, chefe da Delegacia da PF em Foz do Iguaçu e superintendente da PF em Rondônia, entre várias outras funções.

Mesmo com tal experiência, Mesquita afirma que está ciente dos novos desafios que o esperam na Secretaria da Segurança Pública e Justiça de Goiás. “As polícias (Federal, Militar e Civil) têm atribuições diferentes. Mas estou bastante motivado. Quanto maior o desafio, mais motivação para enfrentá-lo”, resume. “Além disso, tive a felicidade de assumir o cargo em um momento em que as polícias estão com concursos em andamento. É sempre bom para um gestor assumir com a perspectiva da entrada de novas pessoas no serviço público”, diz.

Logo no primeiro dia como secretário, Joaquim Mesquita reuniu-se com o comandante-geral da PM, coronel Edson Costa Araújo, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Helbingen Júnior, e a diretora-geral da Polícia Civil, Adriana Accorsi. A reunião serviu para que ele conhecesse os primeiros detalhes sobre cada corporação, antes de encontros individuais para aprofundamento deste conhecimento.

Ainda durante a primeira semana de trabalho, o secretário esteve com superintendentes da SSPJ-GO, como a superintendente de Planejamento, Gestão e Finanças, Luciana Daher, o superintendente de Políticas de Segurança Públicas, Rogério Santana, e o superintendente de Inteligência, Marcelo Aires.

Como primeiras medidas, o secretário afirmou, em entrevista à imprensa, que existem dois fatores primordiais para o combate à criminalidade: o policiamento ostensivo, como forma de prevenção, e a investigação rigorosa e técnica, para que os criminosos sejam punidos pelos atos cometidos. Neste ponto, ele seguirá integralmente a determinação dada pelo governador Marconi Perillo: “A polícia nas ruas e os bandidos na cadeia”.

 Texto: Rodrigo Hirose – Assessor de Comunicação Social da SSPJ