Equipe da DICT flagra motoristas embriagados em operação na BR-153. Onze foram presos

368
dict
Policiais Civis da Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito

A Delegacia de Investigações de Crimes de Trânsito (DICT / foto da equipe, ao lado), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizou, no dia 20 de dezembro, uma operação de combate à embriaguez ao volante. Em sete horas, 59 motoristas foram flagrados embriagados. Foram lavrados 11 autos de prisão em flagrante, com fianças que variam de R$ 724 a R$ 22 mil.

O objetivo era fiscalizar condutores que saíam do show de Lucas Lucco, em uma casa de eventos em Aparecida, região metropolitana de Goiânia. Os presos excederam o limite de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do bafômetro. Desses, seis pagaram fiança e cinco continuam detidos.

A delegada Nilda Andrade se disse espantada com a agressividade dos condutores presos. “Teve um caso de um médico que estava totalmente transtornado. Dizia palavras de baixo calão o tempo todo e ainda tentou morder os policiais. Teve outro condutor que se envolveu numa briga após provocar um acidente e, ao chegar na delegacia, quebrou computadores e armários”, relatou.

Ainda foi registrado um caso de uma mulher que desmaiou ao ser autuada. Além dos motoristas embriagados, mais 300 autuações foram feitas durante a operação. As principais infrações encontradas foram: falta de uso de cinto, excesso de lotação, documentação vencida e veículo em mau estado de conservação.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil, com G1
Foto: Polícia Civil / DICT