“Erga omnes”: Operação do Genarc prende 10 pessoas em Anápolis

700

genarc anapolisO Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) realizou, no dia 2 de junho, a operação “Erga omnes*”, deflagrada após o recebimento de denúncias anônimas e do Genarc de Goianésia. As informações subsidiaram duas investigações, que resultaram em uma só operação policial que desarticulou parcialmente uma organizada associação criminosa para o tráfico atuante em Anápolis.

Durante a operação, coordenada pela delegada Carla de Bem, foram cumpridos 10 mandados de prisão temporária e 11 mandados de busca e apreensão domiciliar. Dentre os alvos, seis ainda foram autuados em flagrante, por posse de arma de fogo e tráfico de drogas. Na ocasião, foram aprendidos cerca de 30 quilos de pasta-base de cocaína, 120 quilos de insumos para o refino de cocaína, 30 quilos de maconha, além de pequenas porções de ecstasy e anabolizantes.

Com o grupo, também foram encontradas duas pistolas calibre .380 e uma pistola calibre 9mm, todas com diversos carregadores e munição. Os presos são Wellington Roberto da Silva Souza, 34; Jorge Michael Dantas de Menezes, 22; Thaiz Vilaça Macedo, 24; Eder Jean Soares dos Santos, 35; Rafael Henrique Silva Oliveira, 25; Fábio Afonso dos Santos, 39; Jairo Henrique de Souza Vieira, 24; Patrick Severino de Souza, 20; Valdimar Gonçalves da Silva, 40; e Cristian Renato Dutra, 41.

*Erga omnes: É um termo jurídico em latim que significa que uma norma ou decisão terá efeito vinculante, ou seja, valerá para todos.