Estelionatário de 69 anos preso em Águas Lindas lesando pessoas na venda de lotes

547

José Primitivo de Melo, 69 anos, conhecido estelionatário em águas Lindas de Goiás, na região do Entorno do distrito Federal, foi preso por Policiais Civis da 1ª Delegacia de Polícia daquele município. Ele é suspeito de ter cometido pelo menos 17 estelionatos na cidade, lesando pessoas com a venda de lotes em áreas irregulares. Segundo o Delegado Ricardo Pereira Gonçalves dos santos Júnior, Titular da 1ª Delegacia e Polícia de Águas Lindas, o preso responderá pelos crimes de Estelionato, Exercício Ilegal de Profissão e Crimes Contra a Administração Pública.

De acordo com O Delegado Ricardo Pereira, o que chamou a atenção da vítimas era o comportamento amigável e solícito do estelionatário, que, por ser uma pessoa idosa e ter uma boa conversa, conseguia enganar facilmente as pessoas “ idade avançada do criminoso foi mais uma artimanha utilizada para aplicar suas fraudes, já que, dessa forma, ele passava uma imagem mais confiável às suas vítimas”, disse Ricardo Pereira.aguas

José Primitivo vendia terrenos que não lhes pertenciam e nem tinha autorização para negociar os mesmos. “O resultado é que quando as pessoas iam se mudar para os lotes, eles já estavam ocupados por outros compradores. Uma das vítimas teve prejuízo de R$ 120.000 mil e a estimativa é que o prejuízo total dos golpes aplicados ultrapasse 1 milhão de reais”, reforçou o Delegado de Águas Lindas.

O Estelionatário foi preso por força de Mandado de Prisão Preventiva expedido pela justiça local. Nas buscas realizadas em sua casa, os Policiais Civis apreenderam documentos relacionados aos crimes e computadores, enquanto que na imobiliária mantida por José Primitivo foram apreendidos oito veículos, dos quais dois deles em cumprimento de Mandado de Seqüestro. O veículos sequestrados, conforme Ricardo Pereira, poderão servir como ressarcimento de parte do prejuízo causado às vítimas.

A prisão de José Primitivo, observa o Delegado Ricardo Pereira, serve de exemplo aos demais estelionatários que aqui insistem em praticar seus crimes em Águias Lindas, bem como diversos corretores de imóveis do Distrito Federal que atuam em Goiás sem a devida autorização do CRECI/GO. “Esperamos com isso frear o exercício do comércio ilegal de imóveis em Águas Lindas de Goiás”, assinalou Ricardo Pereira.