Falsário dono de 14 CPFs e 11 RGs falsos é preso pela DEIC

422
Vilmar e parte dos documentos apreendidos.
Vilmar e parte dos documentos apreendidos.

Com mais de 25 registros criminais, dono de 14 CPF’s e 11 RG’s falsos, Vilmar Francisco Ferreira foi preso após investigações do GREF (Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes), da DEIC, e apresentado em entrevista coletiva nesta quarta-feira. De acordo com a Delegada Mayana Rezende, o investigado usava os documentos falsos para abrir contas bancárias, contrair empréstimos, financiar veículos e aplicar diversos golpes no comércio.

Até o momento os investigadores já confirmaram  que Vilmar causou um prejuízo de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), mas a estimativa é que essa cifra pode chegar a mais de R$ 1 milhão, de acordo com o agente Orivaldo dos Santos: “As investigações ainda não estão concluídas, apreendemos muitos documentos que serão analisados, mas estamos convencidos que o prejuízo dos golpes aplicados por ele são muito maiores”, explicou.

No momento em que foi preso, em um hotel da capital, Vilmar portava um documento falso que, segundo ele mesmo, vinha sendo utilizado há mais de trinta anos.