Falso Policial Civil faria palestra sobre Bullying em escola de Itapaci. Foi preso pelo Delegado

460

O Delegado de Polícia, Fábio Mendanha Castilho, titular da Delegacia de Itapaci, prendeu no último dia 18, um jovem que se passava por Policial Civil. Tudo aconteceu quando o próprio Delegado chegou ao colégio onde a filha estuda para deixá-la. Na escola, deparou-se com um rapaz, de aparência jovem, vestido com uma camiseta da Polícia Civil, coldre com arma do tipo revólver(reluzente), na cintura, chamando a atenção do mesmo, que a observar as características do jovem e relacionar com o perfil do Policial Civil goiano: os Policiais Civis admitidos no último concurso receberam armas tipo Pistola e não revólver como portava o jovem rapaz. Também  chamou a atenção o fato do jovem carregar a arma de forma ostensiva. Seguindo o seu tino policial, o Fábio Mendanha começou uma investigação e levantou que o jovem rapaz estava ali para proferir uma palestra sobre Bullying.

Ao abordar o falso policial, o mesmo se identificou como sendo Agente de Policia atuando no 1º Distrito Policial de Goiânia. Após proceder as investigações formais, nos quadros da Policia e de averiguar a falsa Cédula de Identidade Funcional da Policia Civil do Estado de Goiás, apresentada ao Delegado pelo mesmo, constatou-se que a matricula funcional expressa no documento de fato pertence a um dos Delegados de Policia da turma de 2009. Após confirmar todos os ilícitos, autuou o falso Policial, que é sobrinho de um Capitão da Policia Militar, por crime de Uso de Documento Falso (Art. 304 do CPb), Usurpação de Função Pública (artigo 328 CPb), Porte de arma de fogo (Artigo 14 da Lei 10.826/03), Fingir-se Funcionário Público e Uso publicamente de Uniforme ou distintivo (Artigos 45 e 46 da LCP).

Traficantes presos por Policiais Civis de Itapaci:

A equipe de Policiais Civis, coordenada pelo Delegado Fábio Mendanha Castilho desencadeou uma operação que culminou na prisão e apreensão de dois traficantes de drogas em Itapaci, sendo eles Natan Cristiano Amorim de Araújo, de 18 anos, e o menor Infrator D.S.S. de 15 anos. Os policiais vinham recebendo denúncias do envolvimento de Natan  e do menor  no tráfico de drogas já há algum tempo. Desta forma, começaram a investigá-los e apreenderam com o menor, que buscava a droga em Rubiataba, cerca de 100 pedras de Crack e cerca de um quilo de  maconha semanalmente.

Os Policiais Civis já vinham os investigando há algum tempo sem sucesso. Porém, numa simples abordagem policial, depararam com os investigados trafegando em uma motocicleta, sem habilitação, tendo o menor confessado todo o esquema do tráfico. Os policiais se deslocaram  para o local indicado pelo menor, onde a droga estaria escondida. No local indicado apreenderam 25 pedras de Crakc e um tijolo de maconha de mais de um quilo. Mesmo sendo surpreendido na busca pela droga, no meio de um matagal, onde não havia uma casa sequer, Natan negou ser dono da droga, dizendo que tinha ido no local apenas beber água.

Textos: Geralda Ferraz – Escrivã de Polícia

Imagem: Google