Fim da impunidade: CAOP, de Anápolis, prende em Ouro Verde foragido da justiça do Tocantins

416
José Alves
José Alves Pereira matou a companheira no Tocantins

Foragido da justiça do Tocantins desde 97, quando matou sua então companheira Edmê Carvalho Brito, José Alves Pereira, de 48 anos, o José Catita, foi preso por Policiais Civis do Grupo de Apoio Operacional e Capturas (CAOP), da 3ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Anápolis.

Coordenado pelo próprio Delegado-Titular da 3ª DRP, Álvaro Cássio, o CAOP contou com o Grupo de Inteligência da Policia Civil, também de Anápolis, para cumprir o Mandado de Prisão Preventiva contra o foragido.

José Catita é acusado de ter assassinado Edmê Carvalho em Araguacema naquele Estado. O crime teria sido motivado por ciúme. O preso presenciou a vítima conversando com outro homem em um bar da cidade.

Diante daquela situação, sacou de uma arma de fogo e efetuou quatro disparos em Edmê Carvalho e se escondeu em Goiás. José Alves foi localizado e preso na cidade de Ouro Verde, onde estava trabalhando em uma fazenda daquele município.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / CAOP