GAB apresenta conclusão de investigações sobre ações de “novo cangaço”

421

ef838ff5-5714-4d79-8df6-3074f2adf575A Polícia Civil, por meio do Grupo Antirroubo a Bancos (GAB), apresentou nesta terça-feira (11) a conclusão de uma série de investigações relacionadas a ações do grupo que praticava ataques às agências bancárias e empresas de transporte de valores, ocorridos na região norte de Goiás.

Os crimes ocorreram em 2016, em São Miguel do Araguaia, Mara Rosa, Cavalcante e Santa Terezinha de Goiás, além de um assalto a um carro forte próximo a cidade de Campinaçu.

O líder e explosivista do grupo, Daniel Xavier da Silva, foi preso em João Pessoa, na última quarta-feira (05/04), com apoio da Polícia Civil da Paraíba. Ele estava em uma praia em frente ao apartamento de luxo onde residia desde o início do mês com a esposa.

Os outros integrantes do grupo, Wilbon Desidério de Sousa, Welles Desidério de Sousa, Lucas Alcântara Santos de Souza, Azenilto José da Costa, Rafael Marcelo de Souza e Hugo Sérgio Borges, também foram presos.

Todos serão indiciados pelos crimes de associação criminosa, latrocínio consumado, latrocínio tentado, roubo majorado pelo emprego de arma, concurso de pessoas e restrição da liberdade, e estão preventivamente no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia.(Fotos: Jota Eurípedes)