GENARC, de Luziânia, prende dois traficantes com maconha, objetos furtados e arma raspada

390
Dupla de traficantes presa pela GENARC
Dupla de traficantes presa pelo GENARC, de Itumbiara

Roberto Carlos Lopes da Silva, 18 anos, e Rodrigo Nunes Cardoso, 29 anos, foram presos em flagrante, na última quinta-feira (24.04), no Bairro Vila Portuguesa, por Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC), da 5ª Delegacia Regional de Polícia(DRP), de Luziânia, na Região do Entorno do Distrito Federal. Eles são suspeitos de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

A Delegada de Polícia Caroline Barreto, responsável pelas investigações, disse que a residência dos suspeitos era utilizada como ponto de venda de drogas e também para que os usuários consumissem as substâncias ilegais. Diante das provas apuradas no curso das investigações, Caroline Barreto representou ao Poder Judiciário pela medida cautelar de Busca e Apreensão, prontamente atendida.

Além de considerável quantidade de maconha apreendida na residência, os Policiais Civis Claudomiro, Leonardo, Paulo Henrique, Leandro e William, responsável pelo cumprimento da Busca e Apreensão, apreenderam um Revólver calibre 38, marca Rossi, com numeração adulterada; 11 munições intactas, uma balança de precisão e dois aparelhos desfragmentadores de drogas, comumente conhecido como “dechavadores”, além de diversos objetos como rodas e pneus de carros, relógios, celulares, auto-falantes e uma quantia de aproximadamente R$ 300,00 em dinheiro.

Drogas, arma e aparelhagem de som apreendidos
Drogas, arma e som apreendidos

Fazendo elogios ao trabalho desenvolvido pelos Policiais Civis do GENARC na prisão dos dois traficantes prestado, o Delegado Titular da 5ª DRP, Rodrigo Mendes, lembrou que a Regional tem empregado todos os esforços para combater a criminalidade na Região do Entorno do Distrito Federal. Mendes ressaltou que as ações de repressão ao tráfico estão voltadas também para os pequenos e médios traficantes.

“A ação desses pequenos e médios traficantes incomodam em muito a sociedade e faz aumentar os números da criminalidade, em especial os crimes de furtos e roubos praticados por usuários com a finalidade de manter o vício. Daí, nossa meta de alcançá-los nas nossas investigações”, assinalou Rodrigo Mendes.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil, com Natália Fontineli, Escrivã de Polícia da 5ª DRP