GENARC, de Goianésia, ganha reforço e tira de circulação oito acusados de vários crimes

400

Valquíria Leite de Andrade e Antônio Evânio Rodrigues

Reforçado por novos Policiais Civis, o Grupo Especial de Repressão a Narcóticos(GENARC), de Goianésia, prendeu oito pessoas na operação deflagrada no último fim de semana naquele município e também em Jaraguá. Destes, três foram autuados em flagrante e cinco eram foragidos da justiça de Goianésia. A operação, comandada pelo Delegado Marco Antônio Maia, Coordenador do GENARC, começou na sexta-feira, às 18 horas, com abordagens de suspeitos que se encontravam em locais próximos a pontos de vendas de drogas na cidade.

As abordagens resultaram em cinco prisões de foragidos da justiça da Comarca de Goianésia. Destes,três possuíam Mandados de Prisão por crimes de tráfico de drogas, um por  furto e outro por crime previsto na Lei Maria da Penha.

No dia seguinte, por volta das 18 horas, uma equipe de Policiais Civis do GENARC se deslocou ao Bairro Muniz Falcão e flagrou Wesley Batista Ferreira, o Prosa, de 25 anos, portando uma arma de fogo na cintura e tentando dispensar porções de crack. Após busca no local, os policiais localizaram e apreenderam 100 gramas de maconha, um revólver calibre 22, cinco munições intactas, três cápsulas do mesmo calibre deflagradas, além da quantia de R$ 95,00 em dinheiro. A droga e arma foram adquiridas após a venda de uma residência doada por um plano habitacional do município ao casal.

De acordo com investigações, parte do dinheiro foi investido na compra da arma que seria utilizada para a segurança da boca de fumo e na compra de drogas. Apenas o acusado Wésley foi autuado pelo crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Após sua prisão, os policiais se deslocaram até a cidade de Jaraguá para averiguar uma denúncia de que em um bar situado no Setor Ana Edith, denominado Bar da Loira, seria um ponto de venda de drogas e prostituição infantil.

Dinheiro e objetos apreendidos

 De posse destas informações, os Policiais Civis realizaram campanas veladas nas proximidades do Bar da Loira. Em menos de duas horas houve uma grande movimentação suspeita de pessoas entrando e saindo do bar. Os policiais adentraram para o inteiro do bar e, de imediato, flagraram algumas pessoas consumindo drogas no interior do estabelecimento. Após buscas pessoal e domiciliar foram encontrados e apreendidos no quarto do casal e proprietários do bar, sete porções de cocaína, quatro  porções grandes de maconha e a quantia de R$ 800 em dinheiro.

No local foram encontrados também fotografias e vídeos pornográficos com menores praticando sexo, fotos de uma adolescente de 13 anos seminua e consumindo drogas e vários objetos eróticos que eram vendidos pela filha dos casal proprietário do bar,  Valquíria,  de apenas 13 anos de idade. Várias pessoas foram conduzidas á Delegacia de Polícia de Jaraguá na condição de testemunhas. Todas afirmaram ter comprado drogas no bar.

Após a apreensão do dinheiro e das porções de drogas e de posse das declarações dos usuários de drogas afirmando já terem comprado drogas de Valquíria Leite de Andrade, 35 anos, e Antônio Evânio dos Santos Rodrigues, 25 anos, donos do bar, o casal foi autuado em flagrante pelos crimes de Tráfico e Associação para o Tráfico de Drogas e ainda pelo crime de Corrupção de Menores.

Arma, dinheiro, celulares e drogas apreendidos

Vale ressaltar que as denúncias repassadas para a Polícia Civil informavam que no Bar da Loira ocorriam também crimes de Corrupção de Menores e de Prostituição Infantil, fato que ainda esta sendo apurado devido à sua complexidade. O Conselho Tutelar de Jaraguá foi acionado, uma vez que a filha de Valquíria, de 13 anos,  estava no local e afirmou que  comercializava produtos eróticos e consumia drogas.

De acordo com o Coordenador do GENARC, o Delegado Marco Antônio Maia Júnior, o efetivo foi ampliado com os novos Policiais Civis empossados recentemente e as ações de combate ao crime serão intensificadas nas cidades de Goianésia, Jaraguá, Uruana e outras localidades que fazem parte da circunscrição da 15ª Delegacia Regional de Polícia (DRP),  de Goianésia.