Genarc de Itumbiara faz apreensão de 257 pedras de crack em quintal

299

Wanessa Rodrigues

Genarc de Itumbiara faz apreensão de 257 pedras de crack em quintal
Genarc de Itumbiara

A Polícia Civil apreendeu 257 pedras de crack que estavam escondidas entre as folhas de um coqueiro e enterradas no quintal da casa de um traficante de Morrinhos, a 125 quilômetros de Goiânia. O entorpecente seria de Josma Lopes da Costa, de 38 anos, conhecido como José Bete. Conforme informações do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) da Delegacia Regional de Polícia de Itumbiara, esta pode ser a maior apreensão de crack embalado feita este ano no sul de Goiás.

O delegado Ricardo Torres Chueire, titular daquela delegacia, explica que Josma é conhecido traficante de Mor­rinhos e que, além de atuar no município, distribui o entorpecente para traficantes de Caldas Novas – para onde as pedras apreendidas seriam levadas. Segundo Chueire, o preso estava sob investigação há dois meses. Ele diz que, mesmo com a prisão, as investigações continuam.

Chueire relata que, do total de pedras apreendidas, 17 estavam escondidas no alto de um coqueiro, plantado no quintal. O restante do entorpecente estava dentro de uma garrafa plástica enterrada a uma profundidade de meio metro do solo. O local onde as pedras estavam foi indicado pelo próprio traficante.

Além da droga, foram apreendidos em posse de Josma recortes plásticos de cor idêntica a que embalava as porções. O material, diz o delegado, é usado para fazer o “endolamento” das pedras.