GENARCs de Valparaíso e Luziânia apreendem armas de fogo e entorpecentes

407
DROGA APREENDIDA NA VILA DOS CARNEIROS
Droga apreendida na Vila dos Carneiros

O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Valparaíso de Goiás deflagrou, no dia 6 de janeiro de 2015, uma operação na Vila dos Carneiros, conhecido reduto de traficantes no município. Como resultado da ação, foram apreendidos, aproximadamente, dois quilos de maconha, 52 pedras de crack, 30 pinos de “eppendorf” com cocaína, 30 gramas de cocaína do tipo “escama de peixe” e três balanças de precisão. Os supostos traficantes responsáveis pela droga apreendida fugiram do local, antes da chegada da polícia.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Eduardo Gomes, no ano de 2014, o GENARC de Valparaíso realizou diversas operações policiais na região, resultando em mais de 20 prisões de traficantes. Trata-se, segundo ele, de uma localidade extremamente perigosa. “Além do tráfico, é comum a presença de indivíduos armados pelas ruas, apesar de todo o esforço do GENARC de Valparaíso”, comenta. Por causa da intensa atividade criminosa, a Vila dos Carneiros já foi matéria jornalística em várias emissoras de televisão.

Mandado
O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Luziânia apreendeu, no dia 8 de janeiro, um revólver, marca Taurus, inox, calibre 357 Magnum, juntamente com nove munições intactas, sendo oito, calibre 357 e uma calibre 38. A arma foi encontrada durante cumprimento a um Mandado de Busca e Apreensão em residência, no Parque Estrela Dalva III.

A diligência policial visava acabar com um ponto de tráfico de drogas no local, todavia, o traficante e proprietário da arma apreendida, Luciano Ferreira de Sousa, não se encontrava na residência. A delegada do GENARC, Caroline Matos, estuda a possibilidade de representar judicialmente pela prisão do foragido.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GENARC / Valparaíso