Gepatri de Águas Lindas prende estelionatários em Cartório de Notas

460

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Águas Lindas foi acionado pelo Cartório de Registros de Notas de Águas Lindas de Goiás e informado acerca da suspeita da prática do crime de estelionato, realizando diligências para identificação dos autores.

Maurilei Moreira dos Reis apresentou uma escritura referente à compra e venda de uma fração de terra de 30 alqueires de propriedade de T. N, neste município. A escritura não apresentava os elementos de praxe para ser considerada uma escritura válida e ainda informava o pagamento de taxas remuneratórias de serviços públicos inexistentes.

O pai de Mairilei, o Sr. Mauri Moreira, apresentou uma escritura falsa como comprador e solicitou registro da propriedade em seu nome.  Ao mesmo tempo Maurilei, em nova investida, apresentou um documento similar para aquisição de outra propriedade em nome de outra terra, pertencente à O. B. S, contendo as mesmas características do primeiro documento.

Após a análise de todos os elementos de informação, documentos e registros apresentados ente as vítimas e autor, restou-se constatada a fraude, sendo então dada voz de prisão aos autores e posterior condução à Central de Flagrantes de Águas Lindas para os procedimentos de praxe.

A Polícia Civil já estava no encalço destes indivíduos desde o momento em que o Cartório de Notas de Águas Lindas de Goiás fez a primeira denúncia da situação. Então, já de sobreaviso, a equipe informou ao Cartório que assim que os indivíduos aparecessem, estariam prontos para agir.