GEPATRI faz apreensão de mais de 5 mil peças de roupas, perfumes e sapatos falsificados

403
Getúlio Tiago e, no detalhe, as peças apreendidas
Getúlio Tiago e, no detalhe, as peças  apreendidas

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI), da 6ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Itumbiara, prendeu na tarde de ontem, dia 22, após 10 dias de investigações, Getúlio Tiago da Cruz, 54 anos. O preso é suspeito de vender mercadorias contrabandeadas e de origem duvidosa de várias marcas, no interior de sua residência, no Bairro Setor Social, em Itumbiara.

Com o Getúlio Tiago, os Policiais Civis do GEPATRI apreenderam cerca de 5000 peças de roupas, perfumes e sapatos falsificados. Getúlio foi autuado por crime contra a relação de consumo, conduta prevista no artigo 7, inciso IX da lei 8.137, cuja pena é de 2 a 5 anos de prisão. O Delegado de Polícia Rogério Moreira da Silva, Coordenador do GEPATRI, disse que as investigações vão prosseguir, visando identificar a origem real dos produtos que eram comercializados por Getúlio Tiago da Cruz.

 

 

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / GEPATRI