Crime cruel: GEPATRI de Rio Verde apresenta acusados de roubar e matar técnico agrícola

470
dupla
Idulson e Wanbaster

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Rio Verde, no sudoeste goiano, apresentaram no dia 26 de maio, dois suspeitos de terem matado o técnico agrícola Márcio Amaral da Silva, de 44 anos, no dia 11 de maio.

Idulson Alves Pereira Júnior, de 18 anos, e Wanbaster de Pinho Aguiar, de 22 anos, teriam cometido o crime com a ajuda de um menor de 16 anos, também apreendido. De acordo com a confissão dos suspeitos, a intenção era roubar o carro e o dinheiro da vítima.

Segundo o delegado Danillo Proto, responsável pelas investigações, o assassinato de Márcio chocou a cidade. Ele foi encontrado em uma estrada vicinal, com pés e mãos amarrados e amordaçado. Além disso, foi asfixiado com o cinto de segurança do próprio carro.

Após matarem o técnico, os acusados teriam utilizado o veículo da vítima para irem a uma festa. Em seguida, atearam fogo no veículo com a intenção de ocultar possíveis provas. De acordo com as investigações, o menor teria participado de todas as etapas do crime.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / GEPATRI / Rio Verde