Gepatri de Rio Verde prende homem que comprava celulares roubados pela internet

648

Comerciante anunciava sua intenção de adquirir aparelhos em grupos de whatsapp sem necessidade de nota fiscal ou verificação de procedência

WhatsApp Image 2017-08-03 at 07
Josiel Alves Santana, 33 anos

O Grupo Especializado na Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), com sede em Rio Verde, prendeu Josiel Alves Santana, 33 anos, na manhã de quarta-feira (02). A captura se deu no momento em que ele esperava um cliente para negociar um telefone celular que fora roubado.

A prisão foi possível porque uma pessoa denunciou o autuado, que era parte de um esquema de negociação de aparelhos furtados ou roubados. Por meio de um grupo gerado no aplicativo whatsapp, Josiel informou a várias pessoas que comprava e vendia telefones. Nas mensagens, ele deixava claro que não se importava com a procedência do produto, nem se havia nota fiscal.

Josiel foi preso em frente ao posto de saúde do Bairro Popular, onde aguardava um cliente para negociar um telefone. Com ele foi apreendido um aparelho tipo Smartphone marca Samsung modelo S7 e um Iphone 6. Um deles fora roubado no dia 8 de julho. Em Seguida os policiais foram até a casa do autuado na Rua 22, também no Bairro Popular. No local, foram apreendidos outros três aparelhos celulares de marca e modelos de alto valor. Também foi apreendida uma televisão de 50 polegadas com a etiqueta raspada e uma ferramenta geralmente utilizada para abrir celulares.

Em relação à TV, Josiel informou tê-la adquirido a partir de contato junto a um grupo de whatsapp. Ele confirmou a inexistência de nota fiscal, nem do aparelho televisivo, nem dos telefones. Após ter sido autuado em flagrante por receptação qualificada, ele foi conduzido à Casa de Prisão Provisória. Em agosto do ano passado, Josiel já havia sido autuado em flagrante também pelo crime de recepção. (Com informações da Assessoria de Imprensa da 8ª DRPC)