Policia Civil: GIH de Águas Lindas prende suspeito de morte de empresário

622
doriel
Doriel Soares

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Águas Lindas, sob a coordenação do delegado Cléber Júnio Martins, prendeu, no dia 25 de julho, Doriel Soares da Silva, suspeito de ter matado o empresário André Galdino Gomes, dono de uma madeireira da cidade, crime ocorrido em 21 de fevereiro.

De acordo com as investigações, Doriel executou a vítima com cinco disparos de arma de fogo, sem possibilitar qualquer chance de defesa à vítima. O crime teria sido motivado por uma rixa existente entre a vítima e um amigo de Doriel, chamado Gleibson, vulgo “Neguinho”, comparsa no crime.

Gleibson trabalhava como carroceiro na loja da vítima e, segundo a polícia, havia cometido furtos na empresa. Por esse motivo, André Galdino, o dono da loja, teria proibido o ex-funcionário de frequentar a loja, iniciando uma rivalidade entre eles.

No dia crime, André Galdino e Gleibson estavam discutindo, quando Doriel se aproximou e executou o empresário com cinco disparos de arma de fogo. O ex-funcionário ainda pegou a arma do colega e tentou efetuar mais disparos, mas não conseguiu. A dupla, então, fugiu do local.

Durante as investigações para localização da dupla, a Polícia Civil descobriu que Gleibson foi assassinado na cidade mineira de Unaí. Doriel, no entanto, foi localizado e preso, na mesma cidade onde o crime ocorreu. O delegado Cléber Júnio destacou o empenho dos policiais envolvidos na elucidação do crime.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GIH / Águas Lindas