GIH de Anápolis elucida série de homicídios ocorridos na região norte da cidade

692
samuel calixto
Samuel Calixto de Oliveira

Policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis prenderam, no dia 11 de maio de 2015, Samuel Calixto de Oliveira, apontado como autor de dois homicídios ocorridos na região norte de Anápolis. O autor confessou ter praticado o crime por vingança. A prisão é resultado de operação, realizada após investigação de quatro mortes ocorridas no Setor Jandaia e adjacências.

De acordo com as investigações, entre o final do mês de março e início de abril, uma sequência trágica de crimes de homicídio apavorou os moradores da região. Em 23 de março de 2015, um duplo homicídio no Setor Jandaia vitimou Carlos Fernando Cintra e Matheus Calixto de Oliveira, de 19 e 17 anos, respectivamente.

No dia 31 de março, foi a vez de Wallace Batista de Souza Santos, de 20 anos, ser assassinado a tiros, em um bairro adjacente ao Setor Jandaia. Uma semana depois, em 6 de abril, Wender José Rodrigues, conhecido pela alcunha de “Pequeno”, foi morto com seis disparos de arma de fogo.

Em virtude da proximidade de locais e datas, os crimes foram investigados de forma conjunta. Ficou apurado, então, que Wender, o “Pequeno”, com o auxílio de Wallace Batista, teria matado os jovens Carlos Fernando e Matheus Calixto. Na sequência, Samuel Calixto de Oliveira, irmão da vítima Matheus, matou os responsáveis pelo assassinato do irmão.

Ao desvendar todo o ocorrido, a Polícia Civil representou pela Prisão Temporária de Samuel Calixto. Após ser detido, ele foi interrogado e confessou a prática dos homicídios de Wallace e Wender e informou que agiu movido pelo desejo de vingar a morte de seu irmão Matheus.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GIH / Anápolis