Polícia Civil: GIH de Anápolis realiza operação e prende quatro suspeitos de homicídios

666
marcos adolfo
Marcos Adolfo e Jean Silva

Policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis realizaram, no dia 25 de fevereiro, operação para cumprimento de quatro mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão. A delegada titular Marisleide Santos comemorou o resultado da operação, que logrou êxito na prisão de todos os alvos.

Na oportunidade, foram presos Marcos Evangelista da Silva, Marcos Adolfo Santos Silva e Jean Silva, todos da mesma família. Durante busca realizada na residência dos mesmos foram encontradas munições calibre 12. Os três indivíduos são suspeitos de terem envolvimento nos homicídios de Thales Eduardo dos Santos e de Alex Vinicius da Silva, ocorridos em 13/05/2014 e 18/05/2014, respectivamente.

De acordo com a delegada Marisleide, algumas diligências ainda serão realizadas, mas a Polícia Judiciária deu importante passo para a conclusão das investigações destes casos.

O quarto preso é Erenaldo Silva e Silva, de 26 anos, conhecido pela alcunha de “Dadinho”, investigado pela prática de um homicídio ocorrido no final do mês de agosto de 2014, que teve como vítima Aparício Inácio da Costa, vulgo Barbosa. O Delegado Vander Coelho, que presidiu esta investigação, informou que o inquérito foi concluído com a prisão de Erenaldo, que confessou a prática do delito ao ser interrogado. Em sua defesa o autor alegou que vinha sendo ameaçado pela vítima.

Os delegados responsáveis pelos casos enalteceram o trabalho de todos os policiais do GIH, esclarecendo que, apesar do diminuto número de servidores, a delegacia vem apresentando resultados expressivos na elucidação dos crimes de homicídio na cidade de Anápolis, com diminuição em cerca de 20% desta modalidade criminosa no município.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil