GIH, de Formosa, prende em flagrante suspeita de homicídio motivado por uso de droga

611
Maria Denise: Presa em flagrante
Maria Denise: Suspeita da morte de Lucy Claudia

Policiais Civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), de Formosa, prenderam em flagrante, ontem, dia 22, Maria Denise Saraiva Lima, 31 anos, suspeita do assassinato de Lucy Claudia Pereira, 47 anos, crime ocorrido na região central da cidade.

Lembrou o Delegado Fellipe Guerrieri, Coordenador do GIH, do município, a ação rápida dos Policiais Civis foi fundamental para a prisão de Maria Denise. “Do local do crime, os policiais partiram logo para as investigações e pouco depois a suspeita já estava presa”, assinalou Guerrieri.

Depois de matar Lucy Cláudia, Maria Denise empreendeu fuga e ficou escondida em uma caixa d”água, onde foi encontrada e presa em flagrante. Isto, duas horas após a prática do crime. Maria Denise e Lucy Cláudia eram amigas e usuárias de drogas.

Momentos antes do crime, disse o Delegado Fellipe Guerrieri, a suspeita saiu da casa da vítima, onde costumavam usar drogas, para comprar R$ 20,00 reais de crack, mas retornou antes de comprar a droga para buscar uma sandália que havia esquecido.

A discussão começou porque a vítima, achando que a suspeita do crime tinha adquirido a droga, começou a questionar onde estava o crack comprado. As duas começaram a brigar, momento em que Maria Denise apoderou-se de uma faca e deferiu um golpe no peito da vítima, que morreu no local. Maria Denise foi autuada em flagrante e encontra-se recolhida no presídio local, à disposição do Poder Judiciário.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GIH