GIH de Luziânia prende dupla de suspeitos de assassinar cadeirante enquanto dormia

656

Douglas de Souza e Jucélio da Costa são investigados pelo duplo homicídio que ceifou a vida de Deivisson de Miranda Barbosa e Fernando Makley

WhatsApp Image 2017-08-18 at 11
Da esquerda para a direita: Jucélio Freire e Douglas Martins

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Luziânia prendeu Douglas de Souza Martins e cumpriu mandado de prisão temporária expedido em desfavor de Jucélio Freire da Costa, por alcunha “Neguinho”, na quinta-feira (17). A dupla é investigada por um duplo homicídio qualificado ocorrido no dia 05 de fevereiro deste, praticado contra as vítimas Deivisson de Miranda Barbosa e Fernando Makley, que era cadeirante e foi morto enquanto dormia.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Maurício Passerini, Fernando era cadeirante e foi morto em sua residência enquanto dormia. Já Deivisson teria sido assassinado pelo simples fato de estar na residência de Fernando, ocasião em que os criminosos invadiram o local. As investigações apontam que os suspeitos e Fernando eram amigos. Eles trabalhavam juntos na compra e venda de terrenos irregulares, além de carros de origem duvidosa.

No dia dos crimes, os investigados teriam ingressado na residência de Fernando durante a madrugada, ocasião em que efetuaram disparos de arma de fogo enquanto dormia. Deivisson, que passava aquela noite na casa do amigo, também acabou morto pelos criminosos. Consumado o delito, Jucélio subtraiu o veículo de Fernando, enquanto Douglas se apropriou do relógio da vítima.

Realizada busca domiciliar na residência de Douglas, esse relógio foi localizado e servirá como prova para incriminá-lo. Os agentes do GIH ainda investigam o paradeiro do veículo subtraído. Participaram das diligências os policiais Jânio, Deusa, Divanilson e o escrivão José Maria, coordenados pelo delegado Maurício Passerini.