GIH de Luziânia prende quatro suspeitos de homicídio qualificado

377

gih luzianiaPoliciais civis lotados no Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Luziânia, coordenados pelo delegado Maurício Passerini, prenderam, no dia 20 de janeiro, quatro suspeitos de homicídio qualificado ocorrido em 8 de novembro do ano passado. Na ocasião, Brendo Henrique Araújo Tinoco, de 20 anos, foi morto com chutes, socos e golpes de enxada na cabeça.

Segundo a polícia, os detidos tem parentesco entre si e não aceitavam o relacionamento da afilhada de um deles com a vítima. “Começou uma troca de insultos entre eles e essa desavença foi crescendo e como ocorrida como certa frequência, eles resolveram o matar”, conta o delegado regional de Luziânia, Rodrigo Mendes.

Foram presos Pedro Fernandes da Silva Neto, de 21 anos, W.R.G.D., e Moisés Pereira Dantas, de 32 anos. Outro participante do crime, Fábio Fernandes de Jesus, já havia sido preso temporariamente no último dia 11. Os suspeitos serão indiciados por homicídio qualificado. Se condenados, podem pegar de 12 a 30 anos de prisão.