Facadas e pedradas: GIH de Luziânia prende terceiro suspeito de homicídio brutal

316
enilton
Enilton Sérgio Miranda

Policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Luziânia cumpriram, no dia 1º de dezembro, mandado de prisão contra Enilton Sérgio Miranda de Assis, suspeito do homicídio triplamente qualificado cometido contra José Serejo Pinto, no dia 25 de outubro.

De acordo com as investigações, a vítima foi brutalmente torturada física e psicologicamente, tendo sido obrigada a beber urina, antes de ser executada a facadas e pedradas. Após as diligências investigativas, os policiais civis de Luziânia definiram a autoria criminosa e prenderam o terceiro suspeito.

Outros dois participantes do crime já haviam sido presos pelos policiais civis do GIH e já se encontram recolhidos no presídio local. O delegado regional Rodrigo Mendes parabenizou o delegado Fernando Gili, coordenador do GIH, e todos agentes e escrivães do grupo especializado envolvidos na prisão dos suspeitos.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GIH / Luziânia