GIH de Rio Verde prende dois suspeitos de assassinato de jovem de apenas 17 anos

563
gih rio verde
Naçoitan Bernardo e Diogo Alves

A Polícia Civil, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Rio Verde, coordenada pelo delegado Francisco Lipari Filho, prendeu temporariamente, no último dia 11 de agosto, após 32 dias de investigação, Naçoitan Bernardo Vilela, de 18 anos, e Diogo Alves Barbosa, de 20 anos, investigados pelo homicídio da jovem Andryele de Lima Teixeira, de 17 anos, morta em 9 de julho. O pedido de prorrogação da prisão será feito, baseado nas provas do homicídio e histórico criminal dos suspeitos.

De acordo com as investigações, o corpo de Andryele foi encontrado no Jardim Bairro Maranata, em Rio Verde, com várias perfurações e escoriações, provocadas, respectivamente, por golpes de faca, chutes e socos. Antes de ser morta, a vítima estaria na casa de uma amiga, fazendo uso de drogas e bebidas alcoólicas, juntamente com Naçoitan e Diogo e outro indivíduo, menor de idade, já identificado.

As agressões teriam ocorrido após uma discussão. Em seguida, os suspeitos colocaram a vítima desacordada no veículo pertencente a Nacoitan, com o objetivo de matá-la em outra localidade, o que foi feito. O corpo de Andryele foi encontrado na manhã seguinte. Os laudos da perícia mostraram que a vítima sofreu múltiplas estocadas de faca pelo corpo, até ter sido golpeada fatalmente com um golpe de faca na região jugular. A jovem era natural do Estado do Amazonas e residia em Rio Verde há seis meses.

Segundo o delegado Francisco Lipari, o investigado Naçoitan possui registros policiais em razão da prática de diversos crimes, tais como ameaça, lesão corporal e injúria, registrados em 2012, roubo majorado pelo emprego de arma, registrado em 2013, e desobediência e direção perigosa, registrados em março de 2015. Diogo Alves, por sua vez, tem antecedentes por posse irregular de arma de fogo, direção perigosa, desobediência, lesão corporal dolosa, vias de fato e embriaguez ao volante.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil