GIH de Rio Verde prende três suspeitos de tentativa de homicídio contra empresário

524
Karolinne charlon e Juliana (1)
Karolinne, Charllonn e Juliana

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Rio Verde, prendeu, no dia 20 de março, uma mulher suspeita de participação na tentativa de homicídio do empresário Flávio César Oliveira da Costa, ocorrida em 26 de fevereiro de 2015. Outros dois suspeitos já haviam sido presos no dia 11 de março, mesma data em que um menor envolvido no mesmo crime, W.S.M., também foi apreendido.

Juliana Priorello de Souza, a última presa, é apontada como a mulher que foi até a loja do empresário para verificar se ele se encontrava no local. Os envolvidos presos anteriormente são Charllon Moyses Oliveira e Karolinne Dutra Rodrigues. Ele conduziu o menor que atirou no empresário. Ela seria a pessoa que contratou o serviço aos executores, a quem teria pago a quantia de R$ 500 pelo crime.

Segundo o delegado Francisco Lipari, coordenador do GIH, o menor foi apreendido no mesmo dia que Charllon e Karolinne. Foi o adolescente quem desceu da moto para atirar em Flávio, dono de uma grande loja de roupas na cidade. De acordo com as investigações, Karolinne tinha uma dívida de R$ 10 mil com o empresário e, por isso, planejou a execução. Outro envolvido, Wesley Oliveira Dias, que teria apresentado a mentora aos executores do crime, continua foragido.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GIH / Rio Verde