GIH prende, no Distrito Federal, jovem suspeito de homicídio ocorrido em Novo Gama

468
saelio
Saélio Aires da Silva: Suspeito preso no DF

Policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Novo Gama estiveram, no dia 6 de fevereiro de 2015, na Penitenciária da Papuda, em Brasília/DF, onde formalizaram o cumprimento de mais um mandado de prisão em desfavor de Saélio Aires da Silva, de 20 anos, acusado de ser um dos coautores do crime de homicídio duplamente qualificado contra Sadraque Henrique Pereira de Souza, ocorrido em 1º de dezembro de 2014, no bairro Lunabel, em Novo Gama.

Na ocasião do crime, Saélio estava na companhia de Felipe dos Santos Ribeiro, preso em flagrante pelos policiais civis do Novo Gama e mais outros dois criminosos. De acordo com as investigações, eles chegaram ao local portando armas de fogo, desceram do veículo em que estavam, e efetuaram inúmeros disparos contra a vítima, que morreu no local.

O motivo do crime ainda não foi esclarecido, entretanto, todos os criminosos envolvidos já foram identificados. O delegado Maurício Rocha Passerini, responsável pelo caso, já representou pela prisão preventiva deles. No intervalo entre a representação e a expedição dos respectivos mandados pelo judiciário goiano, Saelio foi preso pelos policiais civis do Distrito Federal, acusado de envolvimento no latrocínio do agente penitenciário Flávio Viana de Castro, ocorrido em 27 de dezembro de 2014.

Segundo Passerini, Saelio é um criminoso perigoso e contumaz. Ele é investigado pelos crimes de homicídio, latrocínio, tráfico de drogas e receptação. Após cumprir a pena no Distrito Federal, ele deverá ser recambiado para o presídio do Novo Gama, onde cumprirá a pena pelo homicídio contra Sadraque.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GIH / Novo Gama