Goianésia: Genarc prende sete acusados de tráfico e associação para o tráfico de drogas

451
Operação do Genarc prende 7 traficantes

Policiais Civis do GENARC – Grupo Especial de Repressão a Narcóticos, de Goianésia,   prenderam em  flagrante sete pessoas pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas em dois flagrantes durante operação policial que contou com o apoio de PMs do Batalhão Rodoviário lotados na barreira policial de Goianésia, situada no km 29 da GO-080.

Da operação resultaram as apreensões de   mais de 1 kg de crack em porções de tamanhos diversos, uma balança de precisão digital, mais de 3 mil reais,  duas armas de fogo,  sendo um revólver calibre 32 e uma espingarda calibre 12(escopeta), além de vários celulares. Das pessoas presas seis são maiores  e um é menor. Dentre os maiores, duas são mulheres,  sendo que uma delas transportava 650 gramas de crack avaliados em pouco mais de 8 mil reais,  mesmo estando grávida de nove meses.

Na madrugada do dia 05.09  foi presa Katty  Ribeiro Chaves,  grávida de nove meses transportando 650 gramas de crack para seu amásio Bené Vernute Bernardo,  vulgo Guina, já autuado pelo crime de tráfico no ano de 2011 e condenado pelo crime de receptação de objetos furtados. Bené estava esperando a droga trazida por Katty e por Lucas Tomaz Dias. Ao prender os dois,  a equipe do Genarc se deslocou para casa de Bené. Ao chegar lá,os Policiais Civis se depararam com várias pessoas que vendiam droga no local e que tentaram evadir-se. Bené, mesmo de muleta, tentou fugir pulando o muro(Bené foi vitima de tentativa de homicídio em janeiro deste ano  por um outro traficante em uma guerra por pontos de tráfico em Goianésia, cujos  autor e o mandante desta tentativa já foram identificados e presos pelo Genarc).

Além da prisão de Bené,  no local foi apreendido um menor, também traficante, portando uma revólver calibre 32,  arma que  usava para fazer a segurança de seu patrão Bené. Foi apreendido ainda outro adolescente  que estava comprando droga. Os cinco foram conduzidos à sede do Genarc e apresentados a autoridade policial. O menor que comprava droga foi ouvido e liberado após a chegada de seus pais. Após prender Guina, foi apreendida uma espingarda calibre 12,  que segundo investigações pertencia a um de seus  comparsas,  preso por policiais do Genarc em agosto último. Ele tinha dois mandados de prisão em aberto pelos crimes de  tráfico de drogas e homicídio.

Na manhã de ontem(05)  foi preso em flagrante Renato Quintino de Andrade, vulgo Zara,  após o mesmo ter sido surpreendido repassando 10 gramas de crack para outro traficante de nome Aurélio Pereira Salgado vulgo Magrelo. “Magrelo” costumava comprar drogas de “Zara” para revender a usuários. Ambos já haviam sido condenados pelo crime de tráfico de entorpecentes,e cumpriam pena no regime semi-aberto. Em menos de 4 anos é a terceira vez que Zara é preso e autuado por tráfico de drogas,  pela Policia Civil.

Após prender Zara, a equipe do Genarc deslocou-se à residência de Sinara Cintia, ex-amasia de Zara,  que guardava droga para o mesmo. No local foram encontrados mais de 300 gramas de crack, avaliados em 3,6 mil  reais. Os três foram levados à sede do Genarc e autuados por tráfico e associação para o tráfico. Foram apreendidas uma moto e uma Parati usadas na entrega da droga por Zara.