Polícia Civil faz operação para cumprimento de Mandados de Prisão. 25 já estão na cadeia

316

Delegado de Polícia Marco Antônio Maia, titular de Goianésia

Como resultado da operação iniciada logo nos primeiros dias deste mês de janeiro, visando cumprir mais de 300 Mandados de Prisão expedidos pelo judiciário local, Policiais Civis de Goianésia já contabilizam a prisão de 22 pessoas, acusadas pela prática de diversos crimes no município, como homicídios, furtos, roubos e tráfico de drogas. Outras três foram presas em flagrante pela prática de roubo e posse de munições de uso permitido, totalizando 25 presos pela Policia Civil, dentro os quais um Pastor acusado de estupro, fato ocorrido há nove anos, em Goianésia.

Disse que o Delegado Marco Antônio Maia, titular da 15ª Delegacia Regional de Polícia e respondendo pela Delegacia de Goianésia e pelo Genarc daquele município, que as prisões ocorreram em todas as regiões da cidade, principalmente em locais com altos índices de homicídios e de tráfico e de consumo de drogas. Lembrou o Delegado que, além das prisões, os Policiais Civis aprenderam várias porções de entorpecentes e cachimbos artesanais utilizados no consumo de drogas. Essas apreensões resultou na prisão de outras 12 pessoas, levadas à Delegacia de Polícia e liberadas após assinarem o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), na condição de usuários.

Os Policiais Civis contam com o apoio da população para prender os foragidos da justiça e outros criminosos, graças às denúncias feitas à Polícia Civil de Goianésia.   Lembrou o Delegado Marco Antônio Maia, que a pressão exercida pela Polícia Civil na execução da operação, está fazendo com que vários foragidos da justiça manifestem desejo de se apresentarem.  Eles têm receio de serem presos em casa ou mesmo em  qualquer outro local”, assinalou Maia, afirmando que os Policiais Civis continuarão firmes no propósito de cumprir, dentro da possibilidade, o maior número de prisões enquanto for possível manter em a operação em andamento.

Coordenada por Marco Antônio Maia Júnior, a operação está sendo efetivada pelos policiais Valdeir José, Washington Luiz, Eliano Glória, Sérgio Reis, Juarez Moreira, Eurico Moreira, Humberto Moreira, Emiliano de Medeiros, Jeferson Aparecido e Samuel Borges. “Nosso objetivo é encerrar essa operação com o maior número de presos possível e passar à população uma sensação de segurança à população, além de permitir ao judiciário a execução das penas pelos crimes cometidos”, assinalou Marco Antônio Maia.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Goianésia