Policiais Civis da 8ª DRP fazem Operação Saturação para redução da criminalidade

428
Almir, o Jamaica,
Almir, o Jamaica, e Danilo Garganta: Presos

Um total de 260 pessoas abordadas, com duas delas efetivamente presas e outras cinco detidas por posse de drogas, 40 estabelecimentos comerciais vistoriados, 58 veículos abordados e vistoriados, resultando em sete apreensões. Este foi o saldo da Operação Saturação, desencadeada pela 8ª Delegacia Regional da Polícia Civil (DRP), de Rio Verde, na última terça-feira, dia 29, naquele município, numa ação que contou com a parceria da Polícia Militar(PM) e da Agência Municipal de Trânsito (AMT), também da cidade.

A operação foi realizada como parte do programa Goiás Cidadão Seguro, implantado pelo Governo do Estado, visando ações policiais com o objetivo de reduzir a criminalidade no território goiano. O programa tem como principais alvos o combate aos crimes de homicídio, roubo, porte ilegal de arma de fogo e o tráfico de drogas.

Os presos durante a Operação Saturação foram Almir Augusto de Souza Ferreira, o Jamaica, e Danilo Silva Moura, conhecido por Danilo Garganta. O primeiro é suspeita da morte de Elisângela Pereira de Oliveira, no Carnaval passado, em Rio Verde, e tinha em seu desfavor um Mandado de Prisão Preventiva. Velho conhecido da Polícia Civil por suas passagens por tráfico de drogas e homicídios, Danilo Garganta, por sua vez, foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

Arma
Arma apreendida com Danilo Garganta

Os Delegados Francisco Lipari Filho, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), e Francisco José da Silva Costa Júnior, coordenadores da operação, disseram que o trabalho foi altamente positivo em razão dos números alcançados e pela grande repercussão que teve na sociedade. O Delegado Danilo Fabiano, Titular da 8ª DRP, garantiu que novas ações estão sendo programadas, em parceria com a PM e a AMT locais, dentro da proposta do programa Goiás Cidadão Seguro.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / Rio Verde