Cidade de Goiás: Operação Pó do Campo prende quatorze pessoas sob acusação de vários crimes

768
Preso na operação Pó do Campo

Policiais Civis do Genarc – Grupo Especial de Repressão a Narcóticos,  da cidade de Goiás, deflagraram ontem(18),  nas cidades de Fazenda Nova e Novo Brasil, a “Operação Pó do Campo” e prenderam 14 pessoas envolvidas em  crimes como tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas, posse de arma de fogo, além de outros delitos. Na verdade as investigações começaram há  4 meses, tempo  em que os policiais conseguiram identificar a quadrilha que atuava naquelas cidades e levantar as provas necessárias para a captura dos envolvidos. A partir das investigações  foram solicitadas ao Poder Judiciário,  que expediram 12 mandados de Prisão Preventiva e 17 de Busca e Apreensão, todos cumpridos na operação policial.

Além do cumprimento dos mandados de prisão e busca e apreensão a operação teve como resultado a prisão de  quatorze pessoas, a lavratura de nove autos de Prisão em Flagrante pelos crimes de Tráfico de Drogas e Posse de Arma de Fogo; dois Termos Circunstanciados de Ocorrência por Posse de Droga para uso próprio; um Boletim de Ocorrência por ato equivalente ao crime de Uso de Drogas; apreensão de porções de maconha, cocaína e pedras de crack; apreensão de duas motos e dinheiro; apreensão de quatro armas de fogo( sendo dois revólveres, cal.32, e uma espingarda cal.20) além de várias munições.

Drogas e armas apreendidas

A operação “Pó do Campo” coordenada pelo delegado Ivaldo G. Mendonça, levou este nome por ser a cocaína a droga mais usada na região e em razão da cidade de Fazenda Nova ser conhecida por “Campão”. Teve  a participação direta dos agentes Luiz Evangelista, José Valério Júnior, Agnes Balthazar R. Silva, Gaspar Simão Vaz, Barros de Alencar e Irami(DP de Novo Brasil)e das escrivãs de polícia Claudilene Souza Mendes e Nilva(DP de Fazenda Nova) e mais  80 policiais civis lotados na 4ª Delegacia Regional de Polícia, nas Delegacias municipais que integram a regional, nos Grupos Especiais de Combate a Narcóticos – Genarcs de Goianésia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Iporá e GT3.

Texto: Geralda Ferraz – Escrivã de Polícia

Fotos: 4ºDRP