Assassinos presos: Grupo de Investigações de Homicídios cumpre Mandados de Prisão

401

Na última terça-feira(24), Policiais Civis do Grupo de Investigações de Homicídios(GIH), de Aparecida de Goiânia, cumpriu Mandado de Prisão Temporária em desfavor de Sebastião Moura da Rocha, suspeito de ter assassinado o seu vizinho Divino Manoel da Cruz. O crime ocorreu em consequência de uma desavença por causa de uma árvore que nascera no quintal do acusado, a qual estaria destruindo o muro que dividia os lotes onde ambos residiam. De acordo com relatos de testemunhas, o acusado teria sido ameaçado pela vítima com tiros de arma de fogo em sua direção e diversas coronhadas na cabeça do acusado. Conforme ainda as testemunhas, o autor teria dito que vingaria das ameaças e agressões sofridas.

Um segundo mandado foi cumprido, ontem(25),  pelo GIH, com a prisão de Eduardo Maia de Oliveira, suspeito de ter torturado, amordaçado e matado Climério Gomes da Silva. O acusado foi pego de surpresa quando fugia da casa da vítima, momentos antes do filho da vítima encontrá-la agonizando no interior de sua residência. No quintal, por onde o acusado evadiu-se, foi encontrado a chave de sua casa, fato que o fez o principal suspeito de ser o autor do referido homicídio. As ações que resultaram no cumprimento dos Mandados de Prisão os Mandados de Prisão Temporária foram  coordenadas pelo  Delegado de Polícia Maurício Massanobu Kai.

Geralda Ferraz – Escrivã de Polícia
Foto: Google (Ilustração)