Grupo é preso suspeito de adulterar carros e falsificar documentos

449
deic4
Fotos: Jota Eurípedes

Cinco homens foram presos nesta quinta-feira (27), em Goiânia, suspeitos de praticar furtos e roubos de veículos e, em seguida, tentar “esquentar” os carros com documentos de outros estados. Ao todo, nove veículos foram recuperados com o grupo. Também foram apreendidos documentos furtados de outras unidades da Federação, placas falsas e equipamentos utilizados  para fazer a remarcação dos chassis de veículos, que eram vendidos em seguida. A prisão foi realizada por agentes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Entre os presos, está Marco Antônio Pinherio, de 45 anos. Segundo o delegado Kleyton Manoel Dias, responsável pelas investigações, ele recebia em sua casa veículos e motocicletas para adulterar os chassis e emitir documentação falsa.”De posse dos veículos roubados eles providenciavam a remarcação dos carros e toda documentação e, assim, transformavam um carro roubado em um veiculo legal”, explicou o delegado, durante apresentação do caso na manhã desta sexta-feira (28).

O grupo estava em uma casa no Setor Pontal Sul, em Aparecida de Goiânia. Com João Gabriel de Oliveira Azevedo, de 19 anos, os policiais também apreenderam drogas e duas balanças de precisão. Também foram presos na ação Michael Loan do Carmo, de 21 anos, Luciano Neiva de Oliveira, de 23 anos, e Michael Silas de Paula, de 33. Segundo as investigações, todos eles estão envolvidos com o esquema de adulteração de veículos e documentos. A polícia continuará as investigações para saber se há mais envolvidos nestes crimes.

Todos eles foram autuados por formação de quadrilha, adulteração de veículo, uso de documento falso, falsificação de documento público e receptação. João Gabriel também responderá por tráfico de drogas. Os veículos apreendidos, bem como os documentos passarão por pericia para identificar a origem. Já se sabe que um dos carros tem registro de roubo.