Grupo suspeito de roubar gado em GO é preso em operação da Decar

451

vacaA Operação Reis do Gado, coordenada pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) prendeu, nesta quarta-feira (1º), cinco pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha que roubava gado. O delegado Alexandre Bruno, titular da especializada, disse que os suspeitos se passavam por policiais para cometer os crimes, utilizando um veículo similar a uma viatura para abordar os caminhoneiros.

O líder do grupo, que foi detido na casa onde mora, em um condomínio de luxo de Goiânia, tinha uma vida de ostentação e acumulou, por meio dos crimes, uma fortuna aproximada de R$ 6 milhões. “O chefe planejava os roubos e contratava os comparsas para realiza-los. Eles abordavam as vítimas, rendiam os caminhoneiros e transferiam a carga para outro caminhão”, explicou Alexandre.

Era para uma propriedade rural desse líder, no município de Anicuns, que o gado roubado era levado e, de lá, revendido. No local, os policiais encontraram 42 animais relacionados a três roubos ocorridos recentemente. Além da casa em condomínio fechado e da fazenda, o comandante da quadrilha gostava de ostentar com carros de luxo. Segundo o delegado, ele possui três caminhonetes e uma Mercedes.