Homem acusado de matar menina de 8 anos é preso em Aparecida de Goiânia

552
IMG-20151210-WA0008
Renato Henrique dos Santos Machado

A Polícia Civil de Goiás apresentou, na manhã desta quinta-feira (10), Renato Henrique dos Santos Machado, vulgo “Farinha”, suspeito de assassinar a menina Lara Vitória, de 8 anos, no dia 11 de outubro deste ano, no Setor Colina Azul, em Aparecida de Goiânia. A ação que culminou com a prisão de Renato foi realizada pela 6ª Delegacia de Polícia de Aparecida de Goiânia, Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) e pela Gerência de Operações de Inteligência (GOI).

O jovem de 22 anos tem passagem pela polícia do Mato Grosso por roubo e por posse ilegal de drogas, em Goiás, e também é suspeito do homicídio de Domício da Costa Madureira, de 54 anos, ocorrido uma semana após a morte de Lara. A vítima era proprietária de um pequeno restaurante no Setor Independência Mansões, também em Aparecida de Goiânia, há cerca de 20 anos.

Segundo o delegado André Augusto Bottesini, Renato é um dos líderes de uma quadrilha que disputa o tráfico de drogas no município. No dia da morte de Lara Vitória, o grupo rival realizava uma festa, quando Renato passou de motocicleta disparando contra as pessoas, inclusive contra um grupo que se encontrava do outro lada da rua, onde estava a garota, atingida na cabeça.

Já o delegado Carlos Levergger, responsável pela investigação do assassinato de Domício da Costa, afirma que Renato efetuou cerca de 10 disparos em via pública, numa tentativa de mostrar poder a um grupo rival, no dia 18 de outubro. Um dos tiros acabou ferindo o empresário no pescoço. Ele ficou 20 dias internado, mas não resistiu ao ferimento e faleceu.