Homem que falsificava bebidas é preso em flagrante em Goiânia

400

glacialPoliciais civis da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Consumidor (Decon) cumpriram, no dia 7 de novembro, mandado de busca e apreensão para averiguar denúncia sobre falsificação de bebidas no Setor São José, em Goiânia. A diligência culminou com a prisão em flagrante de Fernando Cabral Botelho, de 28 anos, pela prática dos crimes de adulteração de bebida alcoólica, moeda falsa e posse de munição de uso permitido.

No local, foram apreendidas mais de 50 caixas de cerveja, algumas munições de diferentes calibres e a quantia de R$ 380 em cédulas aparentemente falsas. O investigado contou que adquiria produtos com menor valor no mercado, retirava os rótulos e as tampas e os substituía com rótulos e tampas de cervejas com maior valor. Sobre o dinheiro falso, alegou ter recebido como parte do pagamento pela cerveja adulterada. Questionado sobre as munições, ele preferiu não de informar a origem.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Godinho, o processo da falsificação era todo manual. Fernando molhava as garrafas para conseguir retirar seus rótulos com facilidade. As tampinhas eram retiradas e trocadas rapidamente para que o líquido não perdesse o gás. Em alguns casos, quando as cervejas estavam vencidas, Fernando raspava a identificação da data de validade e carimbava uma nova.