Homem que veio do estado do Pará para tentar matar esposa é preso em Goiatuba

532

Vítima havia fugido para o município goiano porque não suportava ameaças feitas por seu agressor, capturado quando estava escondido em hotel

WhatsApp Image 2017-07-26 at 21
Abadia dos Santos Silva Couto

A equipe de policiais da Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Goiatuba prendeu um homem que veio de Canaã dos Carajás, no Pará, com o objetivo de assassinar a companheira. A captura se deu na quarta-feira (26). Os policiais foram informados de que V.C.S, 43 anos, sofria violência doméstica por parte de Abadia dos Santos Silva Couto, 50 anos, desde que residia no Pará. A vítima fugiu para Goiatuba, onde estava se escondendo devido às ameaças de morte e agressões físicas que sofreu.

Abadia teria continuado a proferir ameaças de morte contra a vítima por telefone. Nas ligações, ele teria afirmado que a vítima poderia se esconder em qualquer lugar, mas que ele iria encontrá-la. O suposto agressor também teria dito que, se ela não fosse dele, não seria de mais ninguém.

Ainda segundo as investigações, o autor estava em Goiatuba desde terça-feira (25) procurando pela vítima. No dia seguinte, ele teria ligado para a então companheira e informado que estava em Marabá, no Pará. Ele teria informado sobre um depósito em dinheiro, realizado na conta bancária desta, que a mesma poderia sacar o dinheiro.

Ainda segundo o que foi apurado pelos investigadores, ao passar a informação falsa para a vítima, o autor estava, na verdade próximo à agência bancária de Goiatuba. Ele pretendia vigiar a entrada da vítima no local para encontrá-la. Entretanto, Abadia foi visto por um sobrinho da vítima. O suposto autor passou a realizar ligações de forma insistente para a companheira a fim de saber onde ela se encontrava, pois queria resolver a “situação” sempre em tom ameaçador, segundo a vítima.

Em seguida, a Polícia Civil foi avisada que Abadia se encontrava em Goiatuba. Após algumas diligências, o autor foi localizado escondido em um hotel da cidade. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de ameaça, com as diretrizes da lei maria da penha. Ele se encontra recolhido na Unidade Prisional de Goiatuba, onde ficará à disposição da Justiça. A equipe DDP Goiatuba é formada pelo delegado Patrick Carniel e pelos agentes Cruz e Winicius.