Homem suspeito de sequestrar gerente de banco no Maranhão é preso pela DEIC em Goiânia

504
maranhao
Josias Evangelista da Silva

A Polícia Civil apresentou, nesta quarta-feira (1º), um homem suspeito de estar envolvido em um sequestro praticado no dia 22 de junho, na cidade de Governador Nunes Freire, no Maranhão. Na época, o gerente de uma agência bancária e outras seis pessoas, entre elas quatro crianças, foram mantidas reféns por mais de 24 horas. A investigação local apontou que Josias Evangelista da Silva, de 39 anos, natural de Minaçu/GO, participou do crime.

Josias foi preso nessa segunda-feira (29) em uma residência localizada no Parque Amendoeiras, em Goiânia. No momento da prisão, Josias portava uma carteira de identidade com nome falso e R$ 1.360 em dinheiro. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito confessou o sequestro praticado no Maranhão e afirmou que o dinheiro encontrado na residência é parte do obtido como recompensa no crime.

Segundo o adjunto da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Alex Vasconcellos, o suspeito afirmou em depoimento que abordou o gerente na posse de uma arma de fogo e o manteve em cativeiro. “Na oportunidade, ele ficou embrenhado em uma mata nas proximidades da cidade para frustrar a ação da polícia local”, disse o delegado.

Josias fugiu da Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia no início de abril na companhia de outros 15 presos, após furarem a parede de uma das celas. Ele tem passagens na polícia por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, roubo, furto, receptação, resistência, desacato e lesão corporal. De acordo com a Polícia Civil, Josias já cumpriu mais de 17 anos de pena em regime fechado.

Texto: Jornal O Hoje
Foto: Polícia Civil