Qualidade de vida. Este é o principal objetivo do Núcleo de Atenção à Saúde do Policial Civil

279
Descerramento da placa de inauguração do NASPC

Aconteceu hoje(25), pela manhã, a inauguração do Núcleo de Atenção à Saúde do Policial Civil – NASPC, com a presença de autoridades políticas e da área de Segurança Pública. Um café da manhã deu início às atividades. Foram assinados pela delegada geral Adriana Accorsi, pelo gerente de gestão e finanças da Polícia Civil, delegado Waldson de Paula Ribeiro e pela coordenadora do NASPC, Sueli das Dores da Silva a portaria de criação do Núcleo. Também dois convênios de cooperação mútua com a Sociedade Goiana de Psicodrama, representada na ocasião pelos coordenadores Liliane Costa A. M. Orzoni e Nilton Inácio do Nascimento e com o Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia, representado por Wenilton Mamede Rabelo.

A coordenadora do NASPC, Sueli das Dores da Silva apresentou o Núcleo, explicou como será realizado o trabalho e quem compõem sua equipe de profissionais. O secretário estadual da Saúde, Antônio Faleiros, representando o governador em exercício, José Eliton, falou da importância do serviço que está sendo criado pela Polícia Civil e se comprometeu em ceder profissionais como médicos, enfermeiros e psicólogos para compor  a equipe do NASPC. O superintendente executivo da Secretaria da Segurança Pública e Justiça, Tales José Jaime, representando o secretário João Furtado de Mendonça Neto, parabenizou Adriana Accorsi pelo trabalho realizado frente à Polícia Civil e também disse da importância do NASPC, contemplando a saúde do Policial Civil. O deputado federal João Campos parabenizou a equipe do Núcleo e anunciou na ocasião a doação de duas ambulâncias ao NASPC,  adquiridas junto ao governador Marconi Perillo. A delegada Adriana Accorsi agradeceu ao deputado e a equipe que trabalhou para a estruturação do Núcleo, na pessoa da coordenadora e destacou que a ênfase ao serviço do NASPC é consequência dos anos de experiência acumuladas na Polícia Civil, que demonstra a necessidade de se preocupar com a pessoa humana, que é o policial.  Segundo Adriana,  “o trabalho policial é um trabalho extremamente estressante que muitas vezes nos deixa extenuado, deprimido diante das situações limites de violência, de morte e sofrimento”. O descerramento da placa de inauguraçãodo NASPC encerrou o evento.

 Núcleo de Atenção à Saúde do Policial Civil – NASPC – A estruturação do Núcleo foi planejada com o objetivo de proporcionar bem estar físico, psicológico, social, afetivo, familiar e profissional aos servidores e familiares da Polícia Civil de Goiás. O NASPC surge com a reestruturação e ampliação dos serviços oferecidos na Assistência Social da Polícia Civil. O trabalho, que será realizado no NASPC,  prevê ações de prevenção e acompanhamento biopsicossocial, individual e coletivo. Pretende prestar atendimento em saúde física e mental para melhoria da qualidade de vida do policial civil, de seus dependentes legais e dos servidores aposentados. Uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas e enfermeiros atenderão de 2ª a 6ª feira, das 8 às 18 horas, na Rua 17, Qd. 2, Lt. 04, casa 06, St. Aeroviário.  De acordo com os convênios de cooperação mútua estão previstos para futuro recente atendimento médico, programa de preparação para a aposentadoria, campanhas de vacinação e projetos itinerantes  de prevenção ao estresse, ao uso de álcool e outras drogas, a obesidade, à hipertensão e ao diabetes.

Os telefones de contato do NASPC são: 3201 9586 e 3201 9585 e os e-mail são: assistencia.social@policiacivil.go.gov.br e psicologia@policiacivil.go.gov.br.

 Texto: Geralda Ferraz – Escrivã de Polícia

Fotografia: Santiago