Integrantes do “novo cangaço” são presos pela Polícia Civil

271
gab__
Crédito: Wildes Barbosa

A Polícia Civil, por meio do Grupo Antirroubo a Bancos (GAB), realizou nesta quarta-feira (26) apresentação de uma associação criminosa especializada em roubo a banco e veículos de transportes de valores com atuação em diversos estados da federação. Ricardo Avelino, de 22 anos, e Ronicleudo Patrício, 35, foram autuados pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo, posse de artefato explosivo e associação criminosa. Eles podem pegar pena de 17 anos de cadeia.

Eles são suspeitos de realizar roubo a banco em Cavalcante, no dia 30 de junho. Também são apontados como participantes do “novo cangaço”. De acordo com o delegado titular da GAB, Alex Vasconcellos, a PC apreendeu cinco pistolas, carregadores, artefatos explosivos e quantia aproximada de R$ 176 mil enterrados em um tonel numa residência no Residencial Havaí, região noroeste de Goiânia.