Considerado muito perigoso, investigado por vários crimes é preso pelo GENARC de Luziânia

932
isaias
Isaías dos Santos Alves,

Isaías dos Santos Alves, mais conhecido como “Guga”, foi preso, no dia 21 de março, por policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Luziânia, coordenados pela delegada Caroline Matos, em parceria com os policiais civis da 5ª Unidade de Inteligência (5ªUNINT). Ele é investigado por três homicídios qualificados, três latrocínios tentados, 35 roubos qualificados praticados em ônibus interestaduais, tráfico de drogas, além de ser líder de uma organização criminosa armada.

A prisão ocorreu após 48 horas de perseguição. Isaías, considerado extremamente perigoso, foi preso com drogas e objetos, aparentemente roubados. Após a captura do investigado, os policiais civis de Luziânia cumpriram cinco mandados de prisão contra ele, por homicídios qualificados, roubos qualificados, latrocínios tentados, além de o autuarem em flagrante por tráfico de drogas.

As investigações, conduzidas pelo delegado de Cristalina, Cássius Zamó, indicam que Isaías é o líder de uma quadrilha que praticou diversos assaltos à ônibus na BR-040, a maioria entre Cristalina e Luziânia. Segundo o delegado, trata-se de pessoa extremamente agressiva com as vítimas. Dois dos homicídios praticados por ele ocorreram em março de 2014, em Cristalina.

Isaías também foi indiciado pelo roubo da arma de um policial militar, uma pistola .40, a qual, segundo as investigações, foi utilizada em vários assaltos à ônibus na BR-040, assim como em alguns homicídios. Ele também é investigado pela prática de um roubo ocorrido em Catalão, há poucos dias. Isaías era procurado pela Polícia Civil de Goiás e pela Polícia Rodoviária Federal.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Luziânia