Irmãs e esposa de caseiro são presas suspeitas da mandar matá-lo

308
morte caseiro
Irmãs e esposa encomendaram o crime

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, apresentou na manhã desta terça-feira (6) cinco suspeitos de matar um caseiro de 63 anos. Entre os detidos estão as duas irmãs e a esposa da vítima, que, segundo a polícia, teriam planejado o crime.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Rogério Bicalho, a esposa do caseiro, de 35 anos, e as irmãs de 54 e 59 anos planejaram a morte do idoso e contrataram dois homens, de 54 e 30 anos, para realizar o homicídio.

A vítima foi morta na madrugada do último sábado (2) na chácara em que trabalhava, em Aparecida de Goiânia. Ainda conforme o delegado, elas prometeram aos dois envolvidos uma quantia de R$ 1.500, que seria dividia entre os dois, para realizarem o homicídio.Todos confessaram a participação no crime.

“Segundo as mulheres, elas estavam sendo ameaçadas por ele [vítima]. Elas contrataram os homens e eles deveriam matá-lo e sumir com o corpo. No entanto, a vítima reagiu e machucou um deles com um facão e eles acabaram deixando o corpo na chácara. No outro dia, a esposa chamou a polícia e, durante uma conversa com os agentes, ela acabou confessando”, contou.

As investigações apontaram que a irmã mais velha era a dona da chácara onde ele trabalhava e eles tinham discussões em relação a direitos trabalhistas e questões financeiras do imóvel. O delegado informou que a parente já havia registrado uma queixa de ameaça contra o irmão. “Esses pequenos motivos foram o que desencadearam o crime”, afirmou Bicalho.

Todos os cinco presos serão indiciados por homicídio qualificado. Se forem condenados, podem pegar entre 12 e 30 anos de reclusão.

Fonte: G1 Goiás