Ivany Maria da Silva é mais uma Policial Civil goiana retratada no Livro Mulheres de Delegacia

383
Ivany Maria da Silva - escrivã de polícia

Ajudar pessoas carentes que vêem na polícia o único meio para resolver seus problemas é de grande satisfação. Eu o faço por vocação e amor.

 Sou de origem humilde, meus pais na sua simplicidade me ensinou queramomplexo de delegacias especializadas na Cidade Jardim)apuraçstigaç para ser vencedora, é necessário  agir com lealdade, integridade e responsabilidade, sobretudo respeitar o próximo. Minha paixão pelo trabalho policial me acompanha desde a adolescência, mesmo não havendo profissionais da área em minha família.

Em 1990 prestei concurso e ingressei na Policia Civil no cargo de Escrivã. Iniciei minha carreira policial na cidade de Varjão-GO, na equipe do delegado de polícia Aristóteles Sakai de Freitas. Trabalhei no 22º Distrito Policial, situado na região Noroeste durante 5  anos, uma das áreas mais carentes de Goiânia. Ajudar pessoas carentes que vêem na polícia o único meio para resolver seus problemas é de grande satisfação. Eu o faço por vocação e amor.

Há quatorze (14) anos laboro na Delegacia da Mulher, onde o trabalho policial é diferenciado ( violência doméstica). Hoje faço parte da equipe  da delegada titular, Karla Fernandes Guimarães e quando lotada nesta Especializada fui carinhosamente acolhida pela delegada, Gildeci Alves Marinho e sua equipe. Motivada fiz vários cursos na Academia de Polícia. Participei de seminários sobre  violência de gênero, procurando aprimorar meus conhecimentos nesta área.  Sou exigente e dou o melhor de mim. Sou uma mulher  de fé. Minha vitória agradeço em primeiro lugar a Deus, fonte da minha energia, pois minha sabedoria vem do Senhor, a quem pertence toda honra e toda glória.

Agradeço minha família de quem sempre tive apoio. Agradeço aos delegados, escrivães, agentes e demais funcionários com os quais trabalho e já trabalhei, dos quais tenho recebido ao longo destes anos, força, apoio, carinho e compreensão em todas as circunstancias, sempre me ensinando a fazer de meu cargo instrumento para o bem comum e para o bem servir. Tenho profundo reconhecimento pelo aprendizado que adquiri junto a eles. É importante que façamos aquilo que sentimos prazer, por isso amo o meu trabalho e tenho verdadeira paixão pela polícia.

“Quando nossa vida glorifica a Deus, ela também se torna gloriosa”.