Menos mortes: Secretário João Furtado anuncia queda de homicídios em Goiás em maio

285
Secretário da SSPJ: João Furtado

Caiu o número de homicídios em Goiás no mês de maio, na comparação com abril. Os dados, da Gerência de Análise de Informações da Secretaria da Segurança Pública e Justiça de Goiás, mostram que a queda foi de 15% no comparativo entre os dois meses. O recuo no número de mortes ocorreu em praticamente todas as regiões do Estado, mas foi mais acentuado em Aparecida de Goiânia (28%) e Goiânia (22%). No Entorno do Distrito Federal, o índice ficou estável em maio (veja quadro abaixo).

Em Goiânia, ocorreram 38 homicídios em maio. É o segundo mês consecutivo de redução, após uma alta observada em março, quando foram cometidos 57 crimes do tipo na capital goiana. Em abril, foram 49. Apesar do recuo, o secretário da Segurança Pública e Justiça, João Furtado de Mendonça Neto, diz que ainda não é possível falar em tendência de queda. “Comemoramos a redução entre abril e maio, mas é preciso acompanhar os dados por um período maior para podermos afirmar com certeza que a queda é permanente”, diz.

João Furtado diz que a SSPJ-GO vai persistir no modelo adotado desde novembro do ano passado, quando promoveu trocas no comando da Polícia Militar e na direção da Polícia Civil. Na época, os estudos da secretaria apontavam para um aumento de aproximadamente 20% no número de homicídios no Estado, em especial nas regiões mais críticas. A estimativa foi feita com base nos dados dos últimos cinco anos e no contexto de todo o País, que enfrenta uma onda de homicídios. “Primeiro, temos de conseguir conter esse incremento, para depois conseguirmos efetivamente reduzir os casos. Nenhuma política de segurança dá retorno em curto prazo”, explica.

Em Aparecida de Goiânia, em maio foram registrados 23 homicídios, 28% a menos que em abril (quando ocorreram 32 crimes de morte). No Entorno do Distrito Federal, os números ficaram praticamente estáveis: 49 homicídios em maio e 48 em abril. A média da região nos dois últimos meses ficou bem abaixo da registrada nos três primeiros meses de 2012, que era de 68 homicídios por mês nos 19 municípios que a integram.

A contenção nos crimes de morte no Entorno do DF ocorreu exatamente após a deflagração da Operação Cerrado, pelo Gabinete de Gestão de Segurança do Entorno do DF, criado no ano passado pelo governador Marconi Perillo. Realizada em março, a operação capturou 47 homicidas que estavam com mandado de prisão aberto. Nas demais regiões, também houve um incremento importante na produtividade das polícias, o que contribuiu para que a onda de violência fosse contida.

Entre as 12 ocorrências consideradas prioritárias para a SSPJ-GO, e que servem como parâmetro para estudos de criminalidade e violência, 8 tiveram melhoria no mês de maio em comparação a abril; 2 permaneceram estáveis e apenas 2 tiveram índice menor. Entre as que tiveram aumento estão as abordagens e operações policiais, fundamentais na prevenção de crimes. “Parabenizo das forças policiais pelo incremento na produtividade”, diz João Furtado.

Como o combate aos homicídios é considerado prioridade pelas forças da Segurança Pública, foi criado um grupo temático para analisar o crime e propor ações efetivas. O grupo, que tem integrantes da SSP, Polícia Militar e Civil, além de convidados do Ministério Público e Judiciário, se reunirá constantemente.

Homicídios

Local Abril Maio
Goiás 203 172
Goiânia 49 38
Aparecida 32 23
Entorno DF 48 49

 

Fonte: Gerência de Análise de Informações

Mais informações: Comunicação Setorial SSPJ-GO. Fone: 3201/1004