Jornal destaca novo comando da Polícia Civil à frente da 2ªDelegacia Regional de Polícia

503
ANDRÉ FERNANDES (29)
Delegado André Fernandes: Regional de Aparecida

Polícia Civil de Aparecida
de Goiânia tem novo comando

André Fernandes de Almeida
assumiu  em março a Regional,
que atende cerca de 30 municípios

Desde o dia 23 de março a 2ª Delegacia Regional da Polícia Civil (DRP), em Aparecida de Goiânia, está com novo delegado. Saiu o doutor Rener Moraes e entrou doutor André Fernandes de Almeida.  De acordo com o novo Delegado Regional, André Fernandes de Almeida, o intuito é de trabalhar em parceria com a Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e demais órgãos da prefeitura que trabalham em prol do bem estar da população.

“Só unidos é que poderemos ser eficientes, deixando vaidades, trabalhando em prol da segurança da população, prestando um serviço de qualidade. E aqui eu percebi que tenho ótimos parceiros, como o tenente coronel Sales e o coronel Éder”, pontuou o delegado.

O novo Regional de Aparecida de Goiânia  está há onze anos na Polícia Civil e nos últimos quatro anos comandava a Regional de Jataí. Para ele, a Regional de Aparecida é vista como um desafio, pois é a segunda maior do Estado, abrangendo cidades importantes como Senador Canedo, Bela Vista e Hidrolândia, com um número de habitantes muito maior do que a de Jataí. Ao que tudo indica, o novo comando vai dar e já está dando uma reoxigenada nas ações da Polícia Civil . Operações estão sendo realizadas em especial com o Grupo Especial de Repressão a Narcóticos – GENARC e, em especial, com a PM.

Foram realizadas várias mudanças em titulares de Delegacias de Polícia circunscricionadas à 2ª Delegacia Regional, como no 1º DP, 7º DP,  Delegacia de Bela Vista. Os plantões também foram alterados para atender a demanda, já que hoje, de acordo com o delegado, a Regional conta com cerca de 250 policiais e este número para atender a contento deveria ser de 320. Doze policiais civis que faziam o serviço de vigia dos prédios da PC voltaram a trabalhar em investigações e seus postos foram preenchidos pela Guarda Civil Municipal, cedidos através de uma parceria que o delegado também exalta.

“Estamos dando uma atenção especial, pois como está chegando um período festivo tanto em Aparecida como em Hidrolândia, realizaremos operações e, no caso de Hidrolândia, será montado um posto da Polícia Civil  dentro do espaço onde está sendo realizada a festa, com delegado, escrivão e agente, para que as ocorrências possam ser feitas no local, sem necessitar deslocar até a delegacia mais próxima”, explicou.

                                              Monitoramento e Operações

Será inaugurado o projeto piloto de videomonitoramento, onde a Polícia Civil estará compondo juntamente com o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) a central de videomonitoramento, pra que tenha a visão investigativa da instituição.

Começa também a Operação Aliança, que é uma ação de rua, de forma ostensiva, realizando abordagens, onde estão sendo visitados locais previamente levantados como lugares de tráfico de drogas, incidências de assaltos a mão armada, muitos furtos e assaltos a residências, no intuito de evitar novos crimes. Essa operação é realizada em parceria com vários órgãos municipais juntamente com a polícia militar.

“A principal parceria que temos é a população, a partir do momento que ela começa a denunciar através do Disque Denúncia 197, que tratamos com todo sigilo, essa é a maior arma que os moradores têm. Pode ser denunciada uma movimentação diferente em uma casa, um ponto de drogas, desmanche de carro, algo que a pessoa ache suspeito, e é nosso trabalho investigar”, finaliza André Fernandes.

Fonte: Diário de Aparecida
Foto: Breno Calil
Jornalista: Thais Vaz