Laboratório de Lavagem de Dinheiro da PCGO inicia atividades nos próximos meses

299

IMG_26612A Polícia Civil de Goiás prepara uma nova divisão que irá conferir qualidade ainda maior a sua atividade fim, qual seja, a investigação. Trata-se da implantação do Laboratório de Lavagem de Dinheiro. O início de seu funcionamento está programado para os próximos meses.

O responsável pela implantação, será o delegado Thiago Torres, que participará de um intercâmbio em Recife-PE, destinado a troca de informações e compartilhamento de know-how a respeito das atividades da nova divisão.

A ida de Torres, ex-adjunto da Gerência de Gestão e Finanças (GGF) da Polícia Civil de Goiás, para o Laboratório de Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil de Goiás, resultou em mudanças em cargos de direção e coordenação no interior do órgão.

Para o lugar de Torres na GGF foi escolhido o delegado Reinaldo Koshiyama de Almeida, ex-coordenador de assessorias da SPJ. Já o lugar de Koshiyama será assumido pelo delegado Gustavo Carlos Ferreira, ex-titular da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), com sede em Itumbiara.