Latrocidas presos: Policiais Civis prendem na Bahia dupla que matou fazendeiro em Cristalina

417

Dupla de latrocidas presa pela Polícia Civil em Ilhéus, na Bahia

Ronivaldo Pereira da Rocha e Adones da Rocha Moreira foram presos ontem (22.08) por Policias Civis de Cristalina. Segundo o Delegado de Polícia Vitor Oliveira Magalhães, os dois indivíduos tinham mandados de prisão decretados pela justiça em razão de um crime de latrocínio, fato ocorrido no dia 30 de maio último, naquele município. A vítima foi o fazendeiro  Hélio Antônio Crema, morto a tiros.  Ronivaldo e Adones,  presos em Ilhéus, na Bahia, onde estavam escondidos,  são considerados elementos de alta periculosidade em todo o Entorno do Distrito Federal.

Disse o Delegado Vítor Oliveira que Ronivaldo Pereira e Adones Moreira invadiram, na oportunidade, a fazenda da vítima, onde renderam todos os moradores (inclusive idosos e crianças) e, mediante  violência física e psicológica, passaram a subtrair bens do local. Em determinado momento, os assaltantes, não satisfeitos com o terror causado, mataram Hélio Crema, proprietário da fazenda, com vários disparos de arma de fogo.  

Durante a ação, um dos assaltantes se feriu gravemente e foi deixado pelos comparsas na beira da estrada, onde faleceu. Ronivaldo e Adones empreenderam fuga, passando por diversas cidades de Goiás, Minas Gerais e Bahia, onde foram capturados. Vitor Magalhães afirmou que a prisão dos latrocidas só foi possível graças ao apoio da Gerência de Operações de Inteligência da Polícia Civil do Estado de Goiás e da Polícia Civil do Estado da Bahia.

A conclusão exitosa de uma investigação tão importante para a cidade de Cristalina e para o Estado de Goiás, como um todo, segundo o Delegado titular, é resultado de um extraordinário trabalho em conjunto das Polícias Civis de Goiás e da Bahia.. Além disso, demonstra para toda a sociedade que a população pode contar com o trabalho sério, célere e profissional dos Policiais Civis goianos.  “Agradeço aos Policiais Civis de Goiás e da Bahia pela dedicação nas investigações e na ação que resultou na prisão da dupla de latrocidas”, disse o Delegado Vitor Magalhães.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil