Latrocidas que mataram comerciante no João Braz são apresentados na Deic

429

IMG-20161109-WA0106Policiais civis do Garra/Deic apresentaram na tarde de quarta-feira (09/11) dois presos investigados pelo latrocínio que vitimou Evandro Carlos de Oliveira. O fato aconteceu no dia 30 de junho deste ano, em uma lanchonete localizada na Avenida Berlin, Parque Industrial João Braz, em Goiânia.

O delegado Francisco Lipari Filho afirmou que Matheus Athila Brandão de Oliveira e Jhonathan Sousa Oliveira foram indiciados pelo crime. Além da dupla, um terceiro co-autor está foragido e sendo procurado pela Polícia: é Henrique Eugênio Barros.

De acordo com Lipari, os criminosos chegaram ao local dos fatos, sentaram-se em meio aos clientes que lá estavam e mediante grave ameaça exercida com emprego de arma de fogo anunciaram crime de roubo e passaram a recolher os pertences das vítimas, momento em que Evandro, que era o proprietário da lanchonete, utilizando-se de uma arma de fogo que possuía irregularmente, reagiu à ação e passou a trocar disparos com os indiciados, até que foi alvejado e morto.

Após a morte da vítima, os indiciados recolheram os objetos subtraídos, inclusive a arma de fogo de Evandro e deixaram o local. Matheus e Jhonathan foram interrogados e confessaram a prática do crime, além de terem sido reconhecidos por vítimas e testemunhas. Consta, ainda, que os três possuem registros criminais pela prática de crimes contra o patrimônio.